Achados da 25

Durante a faculdade de Negócios da Moda, que cursamos lá em 2002, os rolês pelo Centro, 25 de Março e Bom Retiro, sempre renderam visitas no mínimo inusitadas às lojas de tecidos, aviamentos e vestuário – ninguém resiste. Aí, ao longo do tempo, fui descobrindo outras finalidades para os passeios na região. Particularmente não sou aquela que adquire várias bijoux, adereços, must haves, penduricalhos, réplicas e muambas em geral, mas definitivamente conheço todas as novidades em utensílios de cozinha, como vocês podem notar nos posts e vídeos anteriores.

Num desses dias inspirados, saí para o rolê munida de uma lista com o nome de 6 lojas que há muito tempo eu queria visitar: a Monita, a M Camicado, a Braswu, a Util Lar, a Eva Store e a DouralClaro que você quase nunca consegue ver os números das lojas, muito menos o nome delas em cima dos toldos. Anyway, para me certificar, fui entrando de uma em uma, inclusive no Armarinhos Fernando, que tem bastante coisas interessantes e vários achados legais, viu? A única coisa que não é muito legal ali é a fila para pagar.

Aliás, o ato de “pagar” nas lojas da Rua 25 de Março e arredores já daria um post à parte. Se você é da muamba, da réplica, do made in china, pode se preparar para efetuar o pagamento em dinheiro vivo. Vai bater muito rolo pelas ruas… Com tantas ofertas, ainda prefiro frequentar as lojas. E se você quiser se dar bem na hora de fechar negócio, confira abaixo algumas dicas:

1-      Aprenda coreando;

2-      Aprenda mandarim;

3-      Aprenda árabe.

Caso você não consiga aprender nenhuma dessas línguas a tempo, fique atento ao processo de fechamento das compras nas lojas: 1- retire a ficha; 2- entre na fila; 3- dirija-se ao caixa; 4- efetue o pagamento e, por último, 5- retire o produto no balcão indicado. Se você não ficar MUITO atento, alguém vai gritar na sua orelha até você entender. É… não lembra muito o atendimento das lojas do shopping JK.

Voltando… Tenho o hábito de cozinhar há muitos anos, e por isso consegui montar uma cozinha relativamente equipada com panelas específicas, boas facas, batedores, tábuas, etc. E precisa disso tudo para cozinhar? Não! Precisa de vontade, de paciência e de carinho, mas todos estes utensílios, sem dúvida, ajudam muito. Confira abaixo a galeria com as fotos dos utensílios interessantes, bonitinhos  e funcionais que encontrei e que valem a pena comprar. Senti que a tendência das cores cítricas passou um pouco, e agora está em alta a borda translúcida com o centro colorido. Curti!

Durante o rolê, lembrei que precisava comprar uma balança digital. Achei, comprei e paguei apenas 17 Reais!!! A balança é pequena e aguenta até 7 Kgs. Acho muito útil! Depois, fui procurar também o tapetinho de silicone que usei outro dia nesse vídeo. Ele é super útil, e funciona como uma assadeira para biscoitos, cupcakes etc. Sensacional! Eu o uso como suporte e acho ótimo. Mas ta aí uma coisa que tá valendo mais a pena pedir para alguém trazer da gringa para vocêAchei na 25 por 128 Reais! Oi??

Na minha opinião, a Doural é a loja mais completa da região – o andar de cima é tipo o paraíso na Terra! Tem todas as marcas mais famosas de utensílios de cozinha – de churrasqueira à batedeiras, de Tramontina à KitchenAid... Mas e os preços? Honestamente não valem a luta que é ir até a Rua 25 de Março. Mas para as coisinhas mais básicas mesmo, como as colheres, formas e etc., acho super válido, você vai encontrar tudo em um só lugar e com preços bem ok.

É claro que depois desse rolê todo, teve uma pausa para o almoço. Dessa vez fui no  Ponto Árabe, que não é exatamente o restaurante árabe mais tradicional da região, mas é rápido, limpinho e gostoso. ;) #Fikadik Minha próxima aquisição será esse batedor gigante e colorido da foto, pra bater um bolo GIGA para todo mundo que eu gosto e que me apoia sempre! Se você for à 25, não deixe de entrar em TODAS as lojas e olhar cada expositor, há sempre uma novidade que fará toda a diferença na sua cozinha e à mesa.

Anúncios